A arquitetura de Amsterdam

postado em: Holanda | 10

Uma das peculiaridades de Amsterdam (que não são poucas) é o padrão das edificações. Geralmente prédios estreitos e altos colados uns nos outros. Apesar de já ter vindo a Amsterdam antes, só hoje fazendo um tour pela cidade descobri que o motivo das construções serem assim não é estético.

08032015-DSC_2638

Devido ao solo instável as construções eram normalmente feitas utilizando pilares de madeira que serviam como estacas para estabilização da estrutura. Por ser um trabalho muito complexo era comum que o serviço nem sempre ficasse bem feito, por consequência  as casas eventualmente se moviam para um lado ou outro, apoiando-se na casa do vizinho.

Esse problema era tão comum que o governo assumiu a responsabilidade das fundações para evitar maiores problemas. Em contrapartida, os impostos passaram a ser cobrados com base na largura das casas. Os holandeses, com seu jeitinho brasileiro, passaram a fazer casas bastante estreitas, compensando para cima a necessidade de área do imóvel para pagar tributos menores.

08032015-DSC_2665O cara da casa vermelha realmente não queria pagar impostos

O que se vê hoje são vários prédios tortos (porque nem as fundações governamentais eram perfeitas), estreitos e altos. Normalmente eles serem tortos não é um problema para os que estão no meio das quadras, já que eles se apoiam no vizinho, mas quando o problema chega nas esquinas o proprietário normalmente tem que gastar muito dinheiro para sustentar a construção. E isso ainda é um problema de certa forma comum em Amsterdam.

08032015-DSC_2651

Mas nem todos os prédios em Amsterdam são tortos por acidente. No passado o risco de inundações era muito comum na Holanda (27% do território está abaixo do nível do mar), por conta disso os móveis e objetos de maior valor eram normalmente colocados nos pisos superiores. Isso era um grande problema em prédios pequenos com escadas minúsculas. A solução era içar tudo através de ganchos instalados no topo das construções.

É comum que as pessoas pensem que os prédios com ganchos para içar objetos tenham inclinado para a frente por causa do peso destes, mas a verdade é que estes prédios eram construídos com essa inclinação para evitar que na subida um móvel não batesse nas parades ou vidraças da casa.

08032015-DSC_2671

Em resumo, se estiver torto para os lados é problema, se estiver torto para a frente é solução.

Compartilhe este post:
Share on Facebook26Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0Share on Tumblr0Share on StumbleUpon0Email this to someone
Seguir Rodrigo Belasquem:

Depois de algumas curtas viagens pela América do Sul achou que 10 dias não eram suficientes para conhecer muita coisa. Largou o emprego e viaja pelo mundo conhecendo lugares, pessoas e fotografando nas horas vagas (que são todas).

10 Respostas

  1. Linda essa cidade, amei saber da inclinação dos prédios!

  2. Belasquem,
    Que viagem, To gostando de acompanhar as cidades que vocês está passando, e quem sabe minha próxima viagem não possa ser em uma delas, fiquei curioso para conhece-las.

    Depois me envia seu novo número.

    Abraço e se precisar estamos por aqui!

    Abraço!

  3. haha que massa kra, nao sabia disso!

  4. Que demais!!! Se fores para a Nova Zelândia um dia bate muuuuitas fotos, estou louca pra conhecer a terra dos Hobbits.

  5. Alexandre de Oliveira

    Muito bom o artigo. Se ainda há tempo, recomendo ir até o Nemo, museu em forma de proa de navio. De lá de cima se vê toda a cidade!

  6. To saindo de Amsterdam hoje pra The Hague. Devo ficar lá uns dois dias. Depois disso realmente não sei, mas devo ir para a Alemanha. Quero ter um pouco mais de planejamento pro futuro porque em outros países essa minha bagunça na programação pode não funcionar muito, haha.
    Obrigado por acompanhar e um abração, meu velho! 😀

  7. Que show cara! Fica aí até quando? E pra onde vai em seguida? Curioso e ansioso pra saber teu(s) destino(s)!
    Grande abraço e boa trip! 🙂

    att
    Vitor Jr.

Deixe uma resposta para Rodrigo Belasquem Cancelar resposta